quinta-feira, 15 de outubro de 2009

Coluna Semanal: Listinhas Marcianas



Semanal é uma ova! Eu sei, a festa está dando tanto trabalho que não tive tempo de sentar o bumbum aqui e escrever, que bom!
Esta semana a listinha é sobre os livros mais gelados.
Começo pelo escritor aqui abaixo, o grande Kawabata, com o "País das Neves". Um homem que tem uma gueixa como amante, numa cidade afastada no Japão. E ele volta ao longo dos anos no inverno para vê-la cada vez mais mundializado e ela cristalizada na cultura japonesa, sem mudar muito. Um belo livro, mas aviso, se agasalhem.
Em segundo lugar não posso deixar de citar o Alexander Soljenítsin com o "Um Dia na vida de Ivan Denisovich", que foi um livro comentado em sua época, pois foi o primeiro a mostrar como era a vida na prisão russa na sibéria. Depois ele escreveu um livro mais extenso chamado "O arquipélago de Gulag". Não preciso dizer que este personagem, Ivan Denisovich, passa muito, muito, muito frio. Ele tem de andar de camiseta regata, andam devagar para trabalhar no campo, algumas vezes o molham com água gelada e assim vai. Dá frio sem parar! Esse é para ligar o aquecedor.
Terceiro lugar, A montanha Mágica do grande Thomas Mann. este livro não é tão frio quanto os anteriores, mas ainda sim dá um friozinho.
A história do Hans Castorp que vai visitar o primo num Sanatório na Suíça, que trata pacientes com tuberculose, ao longo de sua jornada no sanatório, ele se descobre doente também e se adapta a rotina do lugar, ao longo de sua doença ele vai se tornando cada vez mais doente e menos ele mesmo, o lugar o transforma. É um clássico que deve ser lido, com um bom cobertor ao lado.
Em quarto cito Neve do Orhan Pamuk, obviamente. Ka volta para sua terra natal, Kars, para escrever supostamente para o jornal uma matéria sobre as mulheres que não querem tirar o véu(existe uma lei que proíbe o uso de véu nas faculdades e escolas), mas a cidade fica incomunicável por causa da neve e uma tomada de poder acontece durante este período de três dias em que o livro se passa. Em meio ao frio e a neve e a precariedade, Ka vai investigar a si mesmo pelos outros. Este livro foi muito elogiado, e acho que se tornará um clássico da literatura, aliás o autor o será.
Em quinto e ultimo lugar, mas não menos importante, Enterro Celestial da Xinran.
A Xinran entrevistou uma mulher chinesa que passou trinta anos no Tibete procurando o marido que foi declarado como morto. Um amor tão grande que ela não aceita simplesmente a sua morte e se alista no exército e vai para o Tibete, dentro desta história a Xinran conta como viveram e vivem os tibetanos, quais os seus costumes, como é ser uma mulher neste lugar, que comida comem, como se vestem e se protejem do frio, além de contar uma bela história de amor. Uma coisa curiosa é que a mulher que a autor narra sumiu no dia seguinte da entrevista e a autor nunca mais soube dela, quem sabe voltou para seu pais, o Tibete.
É isso moçada. Bom restinho de semana e bom final de semana! té mais.
Por Marci Kühn

5 comentários:

Leandróide disse...

Muito massa o blog docês. Hoje publiquei um texto novo no meu. Obrigado pela visita. Abr e sucesso com a festa.

Silvia Martins disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Laura disse...

Pulando de blog em blog acabei aqui, lendo o post sobre "livros gelados". Muito sútil e interessante esta mistura de sentidos, adorei! Fiz uma recomendação no meu twitter:
www.twitter.com/laurakarpuska

alfarrabio.blogspot.com disse...

Gostei bastante dessa listinha....poderia colocar também outro livro do Kawabata...A Casa das Belas Adormecidas....também é um frio do caramba!

Ego tripping disse...

alfarrabio... eu fiz uma resenha na casa das belas... ai não queria repetir figurinhas, mas o kawabata cosegue deixar agente com frio na espinha rs!